You are here:  / Acompanhamentos / Farofa de carne seca

Farofa de carne seca

Gostou? Compartilhe este conteúdo!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+1Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

FarofaDeCarneSeca_cozinhandopara2ou1

Adoro experimentar pratos e receitas diferentes, mas também AMO uma comidinha simples, bem caseira. E, na minha lista de preferências desta categoria, a farofa aparece lá em cima, sem muitos concorrentes. Uma das suas vantagens é que dá para enriquecê-la com praticamente qualquer coisa e, desta vez, a escolhida foi minha querida carne seca, que já estava pronta na geladeira. Acho que não preciso nem dizer que fica uma delícia. :)

1 fiozinho de azeite
2 colheres de sopa de cebola picada
1/2 dente de alho amassado ou bem picadinho
1 colher de sopa de manteiga
1 xícara de farinha de milho flocada ou de mandioca
+/- 150g. de carne seca cozida e desfiada
1/2 colher de chá de ervas frescas picadinhas
Sal e pimenta do reino a vontade

Comece aquecendo uma panela alta em fogo baixo, acrescente o azeite para refogar a cebola e o alho (sem dourar) e, em seguida, adicione a manteiga e mexa para derretê-la.

Sobre a manteiga derretida, aos poucos vá despejando a farinha (aprendi com minha mãe a usar a Deusa, que deixa a farofa crocante) e a carne seca, misturando para incorporar e dourar homogeneamente também. Eu prefiro deixar minha farofa mais moreninha do que branca, acho que fica mais saborosa, mas você controla o ponto como preferir. Se quiser, pode aumentar a quantidade de farinha a vontade.

Tempere com o sal, a pimenta e as ervas e sirva em seguida ainda quente. Esta quantidade serve bem duas pessoas como acompanhamento.

Gostou? Compartilhe este conteúdo!Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+1Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on TumblrEmail this to someonePrint this page

É aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas.

Deixe uma resposta

Arquivos

Categorias

seloGL
Blog Saboroso no Receitas na Rede
Top blogs de receitas

Acompanhe nosso Instagram

%d blogueiros gostam disto: